O Centro de Conferências de Belas foi o lugar escolhido para acolher ontem sábado, a primeira edição dos prémios de futebol “Palanca Negras”, apresentada por Daniel Mandes.

Das 13 categorias existentes, o 1º de Agosto, campeão nacional do Girabola Zap 2017, foi distinguido em cinco categorias, nomeadamente: Escola de Formação do Ano; Clube do Ano; Treinador do Ano; Golo do Ano e Dirigente do Ano. Já o Petro de Luanda levou para casa os prémios de melhor Guarda-redes; Melhorar Claque e Jogador do Ano, sendo este último entregue a Tiago Azulão.

O prémio de Melhor Árbitro do Ano foi para António Dungula, enquanto que Gerson Emiliano foi eleito o Melhor Assistente do Ano. O prémio de Jogador Revelação foi entregue ao jovem Kaporal, do 1º de Maio de Benguela, ao passo que Basto Kissanga, angolano que brilha no equipa da Lazio em Roma, venceu o prémio de Melhor Jogador na Diáspora. Ainda no decorrer da cerimónia, foram homenageadas 12 figuras masculinas e três femininas, que muito contribuíram para o desenvolvimento do Desporto em Angola.

A eleição da cidade de Mbanza Congo como Património da Humanidade e as actuações de Cabo Snoop, Mago de Sousa, Mestre Dangui e Edzila marcaram o momento cultural.

Os prémios de futebol “Palancas Negras” é uma iniciativa da FAF e tem como principal objectivo distinguir os agentes e instituições desportivas que se destacaram ao longo de cada ano, sendo que esta, realizada em 2017 é a sua primeira edição.

 

pub

App Super Fashion

App Super Fashion
 
App Super FashionApp Super Fashion

Instagram Super Fashionn